Operação da Receita combate empresas de fachada em cidades da região

Operao-Santurio-1
Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Jandira​ receberam inspeções na última quarta (27). (Foto: Divulgação)

A Receita Federal realizou nesta quarta-feira (27) uma operação de combate a empresas "de fachada" nas cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Jandira, onde estariam registradas supostamente 6 mil empresas.

A operação tem o nome de "Santuário" pois, nestes imóveis, haveria uma espécie de refúgio para abrigar empresas que desejam se esconder do controle estatal.

O objetivo das ação era verificar se essas empresas realmente existem e se operam normalmente.

Aquelas que não forem localizadas ou não tiverem atividade comprovada terão o registro no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) suspenso, impedindo que elas continuem a ser usadas.

As empresas foram selecionadas a partir do cruzamento efetuado entre os diversos sistemas informatizados da Receita Federal.

Na investigação, foram identificados casos de não pagamento de tributos, inexistência de empregados e registro em endereço incompatível com a atividade da empresa.

A auditoria interna indicou que as empresas são utilizadas para acobertar fornecedores de mercadorias, ocultar a prestação de serviços, criar créditos tributários ilegítimos, sonegar impostos e promover importações fraudulentas, lavagem de dinheiro, corrupção e outros crimes.

Veja mais notícias sobre Santana de ParnaíbaJandiraBarueriCidade.

Veja também: