Itapevi lança Campanha Maio Amarelo para reduzir acidentes no trânsito

2019-05-13-lanamento-do-maio-amarelo-felipe-barros-2
De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos aproximadamente 1,3 milhões de pessoas morrem vítimas da imprudência ao volante.

Para aumentar a consciência da população sobre a prevenção e a redução de acidentes de trânsito, a Prefeitura de Itapevi lançou, nesta segunda-feira (13), a campanha Maio Amarelo, em evento na Câmara Municipal.

Com o tema No trânsito o sentido é a vida, definido pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), o Maio Amarelo da Prefeitura terá intervenções nas ruas, com a colocação de cartazes em comércios, e ações de educação para o trânsito nas escolas do município.

Durante a campanha, a administração municipal contará também com faixas informativas nos semáforos, colagem de adesivos e entrega de guarda lixos nas principais vias de Itapevi.

A iniciativa ainda prevê palestras do projeto Educação no Trânsito para cerca de 450 crianças do 4º ano de 10 escolas da rede municipal de ensino.

"Trabalhamos sempre com foco na redução de acidentes de trânsito", disse o diretor de Trânsito de Itapevi, Henrique Teixeira. "Quando conseguimos diminuir as ocorrências com vítimas, reduzimos, também, gastos com saúde pública, aliviando o contribuinte", afirmou.

A Prefeitura também irá realizar blitzes com distribuição gratuita de antenas corta pipas para motociclistas, exposição de faixas informativas nos semáforos e distribuição de folhetos sobre prevenção de acidentes.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos aproximadamente 1,3 milhões de pessoas morrem vítimas da imprudência ao volante.

Dos sobreviventes, cerca de 50 milhões vivem com sequelas. O levantamento foi feito ainda em 2009 em 178 países.

Além disso, o trânsito é a nona maior causa de mortes do planeta. O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, atrás da Índia, China, EUA e Rússia. 

Veja mais notícias sobre Itapevi.

Veja também: