Funcionários dos Correios entram em greve por tempo indeterminado

greve-nos-correios-4
A medida foi tomada após assembleias dos trabalhadores, que decidiram pela greve em todo o país

Nesta terça-feira (10), o Sindicato dos trabalhadores dos Correios de São Paulo, Grande SP e Sorocaba (Sintect-SP) anunciou uma greve em todo o país por tempo indeterminado.

A decisão foi tomada após assembleias dos trabalhadores, que buscam reajuste salarial pela inflação e a manutenção de benefícios. A categoria também é contra a privatização dos Correios.

Para o Sintect-SP, "a direção dos Correios a mando do governo se negou a negociar com os trabalhadores. O próprio TST denunciou isso". "A intenção do governo e da direção da ECT é acabar com os benefícios da categoria." Segundo o sindicato, em nota, a direção da ECT e o governo querem "reduzir radicalmente os salários e benefícios para privatizar os Correios".

No último dia 4 de setembro, os Correios rejeitaram uma mediação feita pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho) com funcionários. 

Veja mais notícias sobre Cidade.

Veja também: