Inspetor que escondeu câmera no banheiro feminino de escola em Carapicuíba é preso

inspetor-alunos-carapicuba-640x374
Marcos já havia sido investigado pela Polícia Federal há dois anos por pedofilia

Na última quarta-feira, o inspetor de alunos Marcos Aparecido Badin, de 35 anos, foi preso, acusado de esconder uma câmera em um banheiro feminino na escola estadual "Supervisor Paulo Idevar Ferrarezi", na Vila Municipal, em Carapicuíba.

Ele teria sido descoberto após uma faxineira encontrar a câmera escondida na lixeira durante a limpeza do banheiro. O equipamento estava apontado em direção ao vaso sanitário. Marcos acabou confessando que a câmera era dele.

No celular do inspetor, os policiais localizaram vídeos e fotos de pornografia infantil.

Marcos já havia sido investigado pela Polícia Federal há dois anos por pedofilia. A Secretaria de Estado da Educação afirma que vai investigar os motivos de ele continuar trabalhando em uma escola mesmo após a suspeita de pedofilia levantada pela PF.

O caso é investigado pelo 3º DP de Carapicuíba. 

Veja mais notícias sobre CarapicuíbaEducação.

Veja também: